GIRO DE NOTICIAS
'

terça-feira, 23 de junho de 2015

Preso o acusado do "duplo homicídio/esquartejamento" em Guarabira-PB

OPERAÇÃO BARRABÁS: As Polícias CIVIL (GTE) e MILITAR (guarnição do comando) de Guarabira, em menos de 6 horas após a prática do duplo “homicídio/esquartejamento” (RELEMBRE O CASO), dá uma resposta positiva a sociedade paraibana identificando e prendendo em flagrante o autor dos crimes, qual seja: PAULO ROBERTO RODRIGUES SANTOS, 23 anos, vulgo “PAINHA”. O esquartejamento aconteceu na manhã de hoje no conjunto Lucas Porpino, em Guarabira. Severino Vieira e sua esposa Lia foram esquartejados e partes dos seus corpos foram encontrados em diversas partes da residência. A polícia descobriu que o suposto autor da chamada Chacina de Guarabira, provavelmente, agiu só e utilizou faca-peixeira e uma machadinha dessas utilizadas por marchantes. O acusado já trabalhou como marchante e antes de cometer o crime, bebeu durante a noite toda com o casal para diminuir as chances de defesa das vítimas. PAINHA, é conhecido na região por vender e consumir drogas ilícitas. A motivação do crime se deu, em razão das constantes operações promovidas pela Polícia Civil de forma repressiva e da Polícia Militar de forma ostensiva, os traficantes estão obrigando moradores a “guardar” em suas residências, drogas ilícitas como forma de ludibriar e evitar a ação integrada da polícia. Várias pessoas foram ouvidas, dentre elas: um filho das vítimas, o qual afirmou que na madrugada de hoje foi expulso de sua própria residência, qual seja: a casa dos pais por “PAINHA”, o qual disse-lhe que estava a fim de comprar pedra e queria dinheiro. Outra testemunha foi inquirida e afirmou que viu o acusado deixar a residência no início da manhã com as mãos e os braços sujos de sangue. Portanto, a polícia trabalha como crime de latrocínio e não descarta a participação de outras pessoas. Após o crime a PC localizou um saque de 500 reais por parte de uma das vítimas (Severino), Referente ao bolsa família. Com “PAINHA”, foram apreendidos cerca de R$ 300 reais. A polícia continua em diligências no sentido de identificar e prender ainda em flagrante possíveis comparsas foragidos. Uma das facas utilizadas nos crimes foi apreendida que já foi periciado pelo IPC e confirmada que foi utilizada no crime. Parabéns aos policias civis e militares que participaram da operação do soldado ao oficial e do agente ao delegado.

NotíciaPB

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Jaelson MonteiroSeguro Desenvolvido Por Netinho Soluções Web.