GIRO DE NOTICIAS
'

terça-feira, 30 de junho de 2015

PADRE CATÓLICO E PASTOR PEDEM PERDÃO E LAVAM OS PÉS DA TRAVESTI “CRUCIFICADA” DA PARADA

Durante a Caminhada em Memória a Laura Vermont, travesti de 18 anos que foi espancada e assassinada em São Paulo, na tarde de sábado (26) em SP, uma cena chamou atenção: um padre católico e um pastor evangélico pediram “perdão” pelo fundamentalismo religioso que gera o preconceito e a transfobia.
Na ocasião, o padre Júlio Lancelotti e o pastor evangélico da Igreja Batista, José Barbosa Junior, lavaram os pés da artistaViviany Beleboni, travesti que foi “crucificada” na Parada do Orgulho LGBT deste ano e que recebeu várias ameaças de morte.
“O que vocês fizeram foi teologia. Pois fazer teologia não é de cima para baixo, é de baixo pra cima. A nossa intenção é tirar da cruz os crucificados desse sistema iníquo, hipócrita e assassino, que mata a dignidade e a vida. Nós temos que reconhecer todos que estão crucificados e a nossa luta é tirá-los da cruz. Tirá-los para que todos possam viver com dignidade”, declarou Lancelotti.
Após a lavagem dos pés, Viviany declarou se sentir “abençoada”. Já sobre a “crucificação”, ela desclarou que estava representando a dor de todas as travestis e mulheres transexuais, que são brutalmente assassinadas no país. Somente em 2015, pelo menos 72 foram mortas vítimas de transfobia no Brasil.
A artista frisou ainda que a reação negativa ocorreu depois que o pastor e deputado Marco Feliciano incluiu ao lado de sua manifestação outras fotos de outras manifestações – bem como pessoas introduzindo a cruz no ânus – e induziu as pessoas a acreditarem que todas elas ocorreram na Parada. “Ele está sendo processado”.
A lavagem dos pés – uma das passagens que mostra o ensino da humildade – mostra Jesus Cristo lavando os pés dos seus discípulos. No trecho da Bíblia, está escrito: “Ora, se eu, sendo o Senhor e o Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros. Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. Em verdade, em verdade vos digo que o servo não é maior do que seu senhor, nem o enviado, maior do que aquele que o enviou” (João 13:14-16).
Portal Mídia


Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Jaelson MonteiroSeguro Desenvolvido Por Netinho Soluções Web.