GIRO DE NOTICIAS
'

domingo, 18 de janeiro de 2015

Aluno da UEPB é aprovado em seleção de PhD em Universidade canadense

Um aluno do Curso de Licenciatura em Química, do Câmpus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), foi admitido recentemente na Universidade de Alberta, no Canadá, através de sua participação inicial no programa “Ciências sem Fronteira”. Wildemar Stefanio Pereira Carvalho foi aprovado no curso de PhD em Química, que terá início em agosto deste ano.
O estudante viajou para o Canadá em 2013 e passou os seis primeiros meses realizando um curso de Inglês para, em seguida, ingressar no estágio na área de Química, que está concluindo neste mês de janeiro. Em meio ao estágio, ele fez a prova para PhD, sigla de Philosophiæ Doctor, ou doutor em Filosofia, título fornecido pelas universidades, reconhecido como grau máximo de especialização nos países de língua inglesa.
A modalidade geralmente é reservada para alunos de notável desempenho acadêmico durante o curso de graduação ou que desenvolveram um projeto de mestrado muito abrangente, sendo mais apropriado o início direto como doutorandos. De acordo com o diretor do Centro de Ciências e Tecnologia (CCT) da UEPB, professor Juracy Regis de Lucena Junior, mesmo na graduação o histórico acadêmico de Wildemar é bem amplo, motivo que também justifica o seu ingresso no curso para PhD em Química.
“Wildemar foi monitor de Química Geral a partir do segundo semestre do curso de graduação. Além disso, foi bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, regulado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (PIBID/UEPB/CAPES) e também foi aprovado no concurso Santander Universidades, recebendo uma viagem para a Espanha, oportunidade na qual concluiu um curso de Língua Espanhola”, listou o professor Juracy, que lembrou que o estudante possui atualmente CRE 9,17 e foi sempre um aluno de alto desempenho.
Ciências sem Fronteiras
A opinião de que Wildemar é um aluno diferenciado é compartilhada com os demais professores do curso, pois veio de escola pública, ingressou em uma universidade pública com o interesse de ser professor de Química e soube aproveitar todas as oportunidades a ele oferecidas, acabando por garantir sua vaga em uma universidade bem conceituada internacionalmente. Durante seu estágio no Canadá, o aluno não ficou parado: buscou outras possibilidades, ingressou em um grupo de pesquisa, destacou-se e alcançou um resultado considerável com a admissão em um doutorado pleno.
No entanto, a inclusão da UEPB no programa Ciências sem Fronteiras foi o grande impulso para que não apenas Wildemar, mas dezenas de estudantes da Instituição tivessem a chance de progredir academicamente. Em dois anos, um total de 15 alunos apenas do CCT já participaram do Programa, em países como Portugal, Espanha e Canadá, demonstrando que a UEPB vem cumprindo todos os critérios para manter a parceria e fazer parte de uma minoria capacitada a enviar seus graduandos ao exterior.
Para o professor Juracy, o exemplo de Wildemar motiva os demais alunos a estudar em uma universidade pública e mostra que não é necessário partir para outros estados para galgar sucesso a partir do empenho pessoal e das boas oportunidades que aparecem. Wildemar retornará à UEPB em fevereiro para realizar seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e colar grau no período 2015/1.
UEPB

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Jaelson MonteiroSeguro Desenvolvido Por Netinho Soluções Web.