GIRO DE NOTICIAS

Brasil

Featured Post (Slider)

POLITICA

Banner4

Banner4
Guarabira-PB: Moveis e material para construção

Java

Test Footer 2

ENTRETENIMENTO

online " });

Movie Category 3

Movie Category 5

Publicidade

Sub menu section

Publicidade

Quem sou eu

Minha foto
Sou comerciante, Agente de vigilância Santinária, Técnico em Parabólicas e atualmente sou Vereador pelo 1º mandado e eleito presinde também,hoje exerço o função de Vice Presidente na Cãmara Municipal de Pilõezinhos. Sou filho de: João Monteiro e Oneide Constantino Monteiro.

Lista de Blog's

Seguidores

CIDADES

POLÍTICA

Galeria de Fotos

Policial

'

domingo, 24 de julho de 2016

“Deus não me trouxe para Pilõezinhos apenas para ser esposa de um político”, diz Mônica em convenção


Mônica e Risoleide durante convenção

O PSDB abriu a temporada de convenções partidárias no município de Pilõezinhos (PB), na tarde deste sábado (23), no prédio da Câmara Municipal. O nome de Mônica Cristina, esposa do ex-prefeito Sandro Mendes, foi homologado como candidata a prefeita. A ex-vereadora e ex-secretária de educação do município, Risoleide Uchôa, foi apresentada como vice-prefeita.
O presidente estadual do PSDB, ex-deputado Rui Carneiro, e o deputado estadual, Tião Gomes, compareceram ao evento e manifestaram total apoio a chapa homologada, além dos candidatos a Câmara Municipal.

Monica
Mônica cumprimentando os convencionais

Em seu discurso, Mônica destacou que nunca pensou ou planejou ser candidata, sempre gostou dos bastidores e, nas suas limitações, esteve ao lado de Sandro nos seus primeiros passos na política.
A candidata ainda lembrou que quando casou com Sandro, não sabia que de alguma forma ganharia uma nova família: o povo de Pilõezinhos.
“Hoje, tenho consciência de que Deus não me trouxe para Pilõezinhos apenas para ser esposa de um político, Deus queria muito mais de mim. Agora começo a compreender que este chamado é uma missão para cuidar de quem mais precisa. É um compromisso com os mais simples”, discursou Mônica.
A volta do Programa Bolsa do Povo, pagamento em dia do funcionalismo, melhoramento do transporte, da educação e da saúde, foram propostas defendidas por quase todos os oradores.

Rafael San

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Pilõezinhos: Edson Ferreira é aprovado para o curso de jornalismo na UFCG.

O jovem pilõezinhense Edson Ferreira, de 20 anos de idade, que presta serviços na Ação Social de Piõezinhos. Foi aprovado pelo Sisu para o curso de Jornalismo na UFCG (Universidade Federal de Campina Grande), onde o mesmo iniciará seus estudos no mês de outubro 2016. A notícia não só deixou o jovem super feliz como também todos os amigos e familiares que torcem pelo mesmo.
Parabéns Edson que Deus te guie sempre e que você continue a nos orgulhar com todo seu esforço de vida... (Da redação)

Zenóbio e Inaldo...


Prefeito reage à ‘traição’ de vereador e revela chantagem: ‘Me pediu R$ 169 mil’.

Em contato com o Portal MaisPB, na tarde desta quinta-feira (21), o  prefeito da cidade de Guarabira e candidato à reeleição, Zenóbio Toscano (PSDB), acusou o presidente da Câmara de Vereadores, Inaldo Júnior (PTB), de lhe pedir R$ 169 mil para não romper politicamente com ele.

De acordo com Zenóbio, o dinheiro serviria para liquidar um empréstimo do parlamentar, mas, como não pôde atender o pleito, na tarde de ontem o petebista anunciou adesão a pré-candidatura de Fátima Paulino (PMDB), que o anunciou como vice na chapa peemedebista.

Zenóbio Toscano disse que de certa forma não chegou a ser surpresa o rompimento de Inaldo Júnior, uma vez que já havia a “boataria na cidade” de sua aproximação com a família Paulino.

Na manhã de hoje, o prefeito exonerou a esposa do parlamentar, Hellen Bernardes da Silva, que ocupava a Secretaria da Mulher do governo municipal.

Roberto Targino – MaisPB



Vereador acusado de extorsão reage: O prefeito que ofereceu” (Inaldo)

O presidente da Câmara de Vereadores de Guarabira e pré-candidato a vice-prefeito na chapa de Fátima Paulino (PMDB), Inaldo Júnior (PTB),  rebateu, através de sua assessoria, as acusações do prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), que ele teria pedido R$ 169 mil para não romper politicamente. O parlamentar promete acionar o gestor  por crimes de calúnia e difamação.

Segundo a assessoria do parlamentar, a história dos R$ 169 mil teria surgido após uma conversa da gerente de uma lotérica pertencente a Inaldo, detentora de empréstimo no valor citado. Ela teria perguntado em tom de brincadeira ao vereador se o prefeito poderia quitar a sua dívida. O parlamentar teria dito a funcionária que falasse com o tucano e a conversa acabou chegando até Zenóbio, mas que  Inaldo não teria tratado de nada nesse sentido com o gestor.

Entretanto, por outro lado, Inaldo Júnior afirma que Zenóbio Toscano teria lhe oferecido vantagens para que ele não rompesse a aliança.

As vantagens oferecidas foram os empregos indicados pelo vice-prefeito Zé do Empenho (PRB), que rompeu com o prefeito, gasolina, carro de som, medicamento, remédio, e uma quantia de R$ 30 mil reais.

Mesmo assim Inaldo decidiu ir para o lado por achar que não teria “mais clima” com o grupo do prefeito devido uma querela política envolvente as contas do gestor referente a 2014 com orientação de reprovação pelo Tribunal de Contas do Estado e que ainda não foram apreciadas pelos vereadores.

Zenóbio teria sugerido uma articulação para que essas contas fossem devolvidas ao TCE, mas Inaldo não aceitou a proposta por achar que isso “atropelaria a lei”.

Roberto Targino – MaisPB

 
Copyright © 2014 Jaelson MonteiroSeguro Desenvolvido Por Netinho Soluções Web.