GIRO DE NOTICIAS

Brasil

Featured Post (Slider)

POLITICA

Banner4

Banner4
Guarabira-PB: Moveis e material para construção

Java

Test Footer 2

ENTRETENIMENTO

online " });

Movie Category 3

Movie Category 5

Publicidade

Sub menu section

Publicidade

Quem sou eu

Minha foto
Sou comerciante, Agente de vigilância Santinária, Técnico em Parabólicas e atualmente sou Vereador pelo 1º mandado e eleito presinde também,hoje exerço o função de Vice Presidente na Cãmara Municipal de Pilõezinhos. Sou filho de: João Monteiro e Oneide Constantino Monteiro.

Lista de Blog's

Seguidores

CIDADES

POLÍTICA

Galeria de Fotos

Policial

'

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Pilõezinhos: Pela quarta vez reunião é marcada e prefeito que é bom: “NADA”

(Prefeito de Pilõezinhos-Rosinaldo Lucena Mendes)

Nada de Nado”. 

Foi nesta última quinta-feira “04-02-2016”, que o prefeito de Pilõezinhos “Nado Mendes” mais uma vez "aprontou" com os funcionários públicos municipais. Segundo a comissão formada pelo: Sindicato da categoria, professores e pelo vereador Jaelson Monteiro (foto ao lado), foi o próprio prefeito que marcou pela quarta vez uma reunião com a comissão e com o sindicato e MAIS UMA VEZ ELE NÃO COMPARECEU! 
A esperança destes servidores ativos e inativos que só queriam ser ouvidos, era que o prefeito pelo menos atendesse os mesmos ou apresentasse alguma forma de negociação para sanar os problemas que ele mesmo criou em sua gestão, mas, foi tudo por água abaixo e NADA de NADO aparecer.
Os profissionais cobram o que por Lei é de direito deles, mas, que o gestor atual (o Prefeito), deixou de pagar. Trata-se dos terços de férias, reajuste salarial para os aposentados que nesta gestão estão sem receber, dentre outras coisas.
É de se sentir desvalorizado, humilhado, desrespeitado e covardemente abandonado” foram as palavras proferidas por profissionais ao saírem da prefeitura com a "cara no chão". 
Diante tal descaso a medida adotada pela comissão e sindicato será uma assembleia que está marcada para o dia, 12-02-2016, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Pilõezinhos. Em seguida seguiram para a porta da prefeitura com a imprensa e outros meios de apoio a ação no intuito que o prefeito resolva os atender.

Comissão que representa os funcionários


SERÁ DIA 12-02-2016, a partir das 14 horas PARTICIPE.
Sintam-se convidados e apoiem estes cidadãos que não merecem passar pelo que estão passando.

ENCONTRADA ARMA QUE MATOU TENENTE

A Polícia Civil da Paraíba identificou a arma de fogo de onde se originou o disparo que atingiu o 1º tenente da Polícia Militar do Estado, Ulysses Costa, assassinado na noite dessa quinta-feira (4), no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.
O exame de confronto balístico realizado entre o projétil retirado do corpo do oficial e armas apreendidas no local do crime foi realizado por peritos do Instituto de Polícia Científica (IPC).
Com isso, o delegado Reinaldo Nóbrega, de Crimes Contra Pessoa (Homicídios), concluiu que o sargento Jailton Santos Pereira está envolvido no homicídio do tenente Ulysses e solicitou a prisão preventiva dele.
O laudo foi concluído no início da tarde dessa sexta feira (5). “O nosso trabalho começou depois da conclusão do laudo do perito médico legal, que com muito cuidado e precisão conseguiu retirar do corpo da vítima o projétil sem nenhum dano. Foi um trabalho muito bem feito porque ele chegou para o setor de balística em perfeito estado para confronto. Era um projétil só, de calibre 38 de ponta oca, uma munição que contém mais cobre e por isso é mais potente.
A partir disso coletamos os projeteis da arma padrão, o revolver 38. Realizamos tiros para teste na intenção de saber se o que foi expelido pela arma tem as mesmas características do encontrado no corpo do tenente. Só depois de uma análise microscópica foi constatado que o tiro que atingiu a vítima foi disparado pelo revólver calibre 38 enviado pela autoridade policial para exame”, disse a perita criminal do IPC, Luciana Bezerra Von Szilagyi, responsável pelo laudo. Com o resultado do exame pericial o delegado Reinaldo Nóbrega, titular da Delegacia de Crimes Contra Pessoa (Homicídios) da Capital concluiu que o sargento, Jailton Santos Pereira está envolvido no homicídio do tenente Ulysses e solicitou a prisão preventiva dele.
“Como a arma usada para matar o tenente Ulysses foi encontrada na casa do sargento, agora ele passa a figurar no inquérito como partícipe do homicídio, porque de alguma forma ele deu aparato para a prática desse crime já que ele assume que o revólver calibre 38 periciado é dele. Inclusive quando a polícia encontrou as armas notou que elas tinham sido limpas em uma possível tentativa de apagar qualquer vestígio de pólvora ou uso recente”, disse o delegado. Agora a polícia vai concentrar os trabalhos nas buscas para prender o filho do sargento, Joandeson Pereira de Sousa, conhecido como ‘Bimbo’. Ele teria sido visto no local do crime com José Adriano Ferreira de 26 anos, conhecido como ‘Drica’. Os dois estavam armados e teriam atirado na direção dos policiais que estavam com o tenente Ulysses. José Adriano foi preso em flagrante horas depois do crime. A polícia também pediu a prisão preventiva de Joandeson Pereira de Sousa para esclarecer quem estava com o revólver calibre 38 responsável pelo disparo que matou o militar.
O delegado Reinaldo Nóbrega pede que qualquer informação que possa contribuir para a localização do homem que está foragido pelo assassinato do tenente Ulisses pode ser repassada à Polícia por meio do Disque Denúncia da Secretaria da Segurança (Seds). A ligação para o 197 é gratuita e o sigilo da identidade do denunciante é garantido.

POLÍCIA PRENDE INTEGRANTES DE QUADRILHA RESPONSÁVEL POR ROUBO A BANCO EM JACARAÚ

seds policia prende quadrilha responsavel por roubo a banco em jacarau (5)Uma operação policial realizada nesta quinta-feira (5), no Litoral Norte da Paraíba, resultou na prisão de quatro integrantes de uma quadrilha responsável por assaltos a banco na região do Vale Mamanguape, incluindo o roubo ao Banco do Brasil do município de Jacaraú. A ação foi realizada pelas Polícias Civil e Militar e começou assim que houve o crime, sendo três dias de diligências em um local de mata fechada que servia de esconderijo para o grupo.
Foram presos: Bruno Carneiro da Costa, de 24 anos; Marciel Henrique da Silva, de 24 anos; Leandro de Oliveira da Silva, de 24 anos; e ainda um soldado da Polícia Militar, que mantinha envolvimento com o grupo criminoso, Alexandre Gomes Barbosa. De acordo com o capitão Alberto Filho, comandante da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar, que tem sede na cidade de Mamanguape, o grupo já vinha sendo investigado desde o dia que o Banco foi assaltado, já que os criminosos espalharam grampos para perfurar os pneus das viaturas da PM. “Nós montamos um grupo de trabalho para investigar o possível local onde esses criminosos se escondiam, chegamos até uma mata no município de Jacaraú e encontramos um arsenal, entre explosivos, armas e outros materiais usados em explosões de instituições bancárias”, disse o capitão.
O delegado Tércio Rocha, responsável pelas investigações, disse que os presos formam uma organização criminosa bem articulada e que estaria se planejando para novos assaltos, em outras agências bancárias na região do Vale do Mamanguape e ainda outros tipos de crime, como assaltos a estabelecimentos comerciais. “Ao começarmos a levantar as informações dessa quadrilha, fomos pouco a pouco chegando a todos os integrantes, entre eles o policial militar, que foi levado para a sede do 1º Batalhão da PM, em João Pessoa. Todos os criminosos teriam participado do aluguel de um sítio para esconder o dinheiro que tinham roubado do Banco do Brasil e todas as outras armas, nessa ação realizada nesta quinta-feira”, frisou o delegado. Na ação, foram apreendidos armas, explosivos, munições de grosso calibre e outros objetos utilizados para a prática dos crimes.
Os suspeitos responderão pelos crimes de furto qualificado, explosão, cárcere privado, posse de armamento e munição de uso restrito das forças armadas, posse de explosivo e organização criminosa. Os presos foram encaminhados para a Cadeia Pública, onde deverão aguardar as decisões da Justiça.
197 – O delegado titular da 7ª Delegacia Seccional, com sede na cidade de Mamanguape, Walter Brandão frisou que o grupo ainda tem outros integrantes que podem ser presos a qualquer momento. “Como estamos trabalhando na identificação e prisão de um grupo criminoso que atua na região do Vale de Mamanguape, então quem tiver informações pode ligar para o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds). A ligação é gratuita e o sigilo é garantido”, finalizou.

 
Copyright © 2014 Jaelson MonteiroSeguro Desenvolvido Por Netinho Soluções Web.